sábado, 20 de janeiro de 2024

DOTONBORI - TIMES SQUARE de OSAKA


depois da visita que mostrei no post anterior 

da parte da manhã, fomos almoçar 

e de tarde fomos até DOTONBORI - a ÁREA 

mais movimentada de OSAKA 

é a região de Dotonbori que falarei em pormenor 

nos primeiros comentários ao post 

para quem estiver interessado. 

A ponte une as duas partes da grande Galeria Dotonbori 

nos arredores de Dotonbori a uns cinco minutos a pé 

da estação de metro está um Templo 

Santuário Namba Yasaka, que difere dos outros 

por apresentar uma enorme cabeça de leão Ema-Den 

de 12 metros de altura, também é conhecido 

com o Templo do Leão, mas...só soube da existência desse 

templo agora nas minhas pesquisas, porque quem fez o programa

 resolveu que não iriamos visitar, enfim...

volto a repetir que prefiro mil vezes andar sozinha, 

por minha conta, assim visito tudo o que quiser 

e que esteja perto da área onde estou...




aqui na região de Dotonbori existem muitos restaurantes 

de frutos de mar, camarões e caranguejos e às vezes 

nos edifícios vemos enormes caranguejos para que 

os turistas saibam que ali há marisco dessa espécie.



é também a zona de enormes NÉONs brilhando, 

por isso dizem que é a Times Square de OSAKA

seria mais visível de noite, mas a minha visita 

foi às 15h e não dá para ver o efeito dos néons




ao subir numa escada rolante numa loja de produtos 

electrónicos olho para a parede e vejo esta placa, 

impossível não fotografar, 

é isto que me seduz - ver a diferença entre países - enquanto 

cá em Portugal raramente nos deixam aceder aos lavabos 

e em alguns lugares até cobram dinheiro por usarmos o WC 

aqui OFERECEM esses serviços anunciando numa placa enorme, 

que seja visível...outro Mundo não haja dúvidas!


agora algumas fotos de vários restaurantes 

daquela rua em Dotonbori







zona muito movimentada 

e vários táxis para servir o cliente




ali próximo devia haver alguma Escola, 

viam-se muitos jovens vestidos com a farda escolar 

e também se sentavam em bancos para fazer a sua refeição, 

como sempre faço nas minhas viagens 

adoro trocar assunto com os residentes na zona 

pedia-lhes que me deixassem fotografar as suas comidas, 

aqui estão 3 exemplos bem diferentes



neste caso, uma caixinha com 4 cavidades 

para distinguir as diferentes escolhas




é isto que vos mostro 

e que ADORO fazer nas minhas viagens pelo Mundo, 

ver as diferenças culturais e também gastronómicas

espero que apreciem também!

8 comentários:

  1. Na província de Kansai, bem no centro do Japão, Osaka é a segunda maior área metropolitana deste país, a sua agitação aliada a toda a experiência sensorial que nos permite pelos sons, sabores, cheiros e luzes abundantes, fez-nos guardar óptimas memórias que não mais serão esquecidas. E sim, acima de tudo, Osaka é ideal para quem gosta de comer e quer experimentar as riquezas da gastronomia nipónica, ou não fosse associada localmente ao lema “kuidaore“, que não significa mais do que “comer até cair para o lado”.
    DOTONBORI - Esta área é das mais conhecidas e imperdíveis de Osaka. Situa-se no centro de Minami (a sul de Osaka) e deve o seu nome ao canal ali existente, com mais de 400 anos – Dotonbori-gawa. Agora envolto por vias e pontes pedonais, assumindo uma atmosfera inexplicável quando anoitece, altura em que se ilumina com milhares de letreiros, fundindo-se com musicas e apelos publicitários, transportando-nos quase para uma outra dimensão.
    Aqui encontramos diversas lojas com todo o tipo de produtos (desde electrónica, joalharia, vestuário…) e várias opções de restaurantes e comida de rua, mas efetivamente é junto ao canal que vale a pena “perder” um bom bocado…

    ResponderEliminar
  2. Partindo da estação Shinsaibashi (M19), seguem em direção ao Shinsaibashi-shuji Arcade, uma rua com mercado coberto, com uma longa extensão, onde é indispensável passar para nos começarmos a envolver neste ambiente frenético.
    No final desta, encontramos a Ponte Ebisu-bashi, o ponto mais famoso e recomendado para ver e fotografar Dotombori. Aqui, muitos letreiros e reclames luminosos. Entrando na rua Dotombori, o espectáculo de sons e luzes mantém-se, quase como que um concurso entre lojas para saber quem consegue o placard e publicidade mais apelativa e extravagante. E acreditem que não estou a exagerar quando o dizemos, chegando ao ponto de encontrar caranguejos e polvos mecânicos gigantes por cima dos restaurantes, indicando as especialidades da casa. Também aqui encontramos vários pontos de comida de rua, destacando-se uma das especialidades de Osaka: o Tako-yaki, que consistem em pequenos snacks de “bolo” de massa com polvo. Usam muito o polvo, não imaginava sequer... Foi aqui, nesta rua, que percebi e senti o lema da cidade – “kuidaore” (comer até cair para o lado).

    ResponderEliminar
  3. Concordo que é muito melhor fazer nossas viagens particulares, sem grupos, pois assim somos donos dos nossos planos e narizes. Mas, por vezes não dá e assim foste!
    Mas aproveitaste bastante ,pelo que nas tuas fotos sempre podemos ver!
    Lindo fds! beijos, chica

    ResponderEliminar
  4. Osaka tem nove cidades-irmãs e várias cidades parceiras:

    Estados Unidos São Francisco, Estados Unidos (1957) - São Francisco já lá estive e gostei muito
    Brasil São Paulo, Brasil (1969) - só fui a um restaurante rodízio e passei na Avenida Paulista
    Estados Unidos Chicago, Estados Unidos (1973) - Chicago gostaria de lá ir...
    China Xangai, República Popular da China (1974) - hummm perdi a viagem no início do Covid março 2020
    Rússia São Petersburgo, Rússia (1979) - São Petersburgo já fui e gostei muito
    Itália Milão, Itália (1981) - já fui 3 x
    Alemanha Hamburgo, Alemanha (1989) - Hamburgo quero ir...
    Cidades parceiras
    Argentina Buenos Aires, Argentina - gostava mas duvido
    Hungria Budapeste, Hungria - já lá estive mas quero repetir
    Tailândia Bangkok, Tailândia - já estive adorei e posso repetir quem sabe!
    Vietname Cidade de Ho Chi Minh, Vietnã - já lá estive
    Hong Kong Hong Kong - onde passei o meu aniversário e ADOREI
    Malásia Kuala Lumpur, Malásia - já lá estive e gostei muito
    Filipinas Manila, Filipinas - gostava, mas...
    Índia Mumbai, Índia - não interessa...
    Brasil Rio de Janeiro, Brasil - estive na cidade maravilhosa em 1999 e gostei muito
    Singapura Singapura - ADOREI

    ResponderEliminar
  5. Comida japonesa é um must para a família.
    Todas as semanas.
    Foi no sábado.
    Um jantar DELICIOSO.
    Bjs, boa semana

    ResponderEliminar
  6. Lindas capturas!
    Gosto imenso de comida japonesa e essas refeições tinham um aspeto delicioso.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. É difícil distinguir nos teus blogues um post melhor que outro, já que os fazes a todos com muita paciência. bom gosto e equilíbrio entre fotos e texto, mas este post está incrivelmente soberbo, desde a sequência das fotos, intercaladas com algum texto explicativo, até ao jogo de cores (com predominância para o vermelho).

    E incluiste pormenores, o que em muitas reportagens nas revistas da especialidade poucas vezes aparece. Quem se lembraria de colocar a sinalética sobre as casas de banho ou a comida típica lo local?

    E terminas da melhor maneira abrindo o apetite para futuros posts: "é isto que vos mostro e que ADORO fazer nas minhas viagens pelo Mundo, ver as diferenças culturais e também gastronómicas, espero que apreciem também!"

    ResponderEliminar
  8. Esse oriente além do oriente
    É bonito e é elegante
    Que a nós se faz distante
    Por parecer diferente
    Mas, na verdade, é gente
    Como a gente é, então,,
    Vê-se ser uma gestão
    De modos e de costume
    E o diverso se resume
    Em ser igual como irmão.

    Bela postagem novamente, Kalinka. Parabéns. Abraço. Laerte.

    ResponderEliminar